DEFESA DOS ANIMAIS

DEFESA DOS ANIMAIS
As melhores reportagens sobre defesa dos animais

FELINOS

FELINOS
Conheça as melhores histórias sobre os felinos

ENTREVISTAS

ENTREVISTAS
Conheça o trabalho de pessoas que amam os animais

CÃES

CÃES
Incríveis histórias com os cães

A COMOVENTE HISTÓRIA DE JEDI, UM GATINHO CEGO

07/06/2008

Esta é mais uma dessas histórias maravilhosas que ligam os seres humanos aos animais. Dessa vez uma história muito parecida com a do ursinho Knut já publicada aqui. Só que se trata de um gatinho, o Jedi. Não teve o mesmo impacto da história do Knut por motivo de tratar-se de simples gatinho, mas para os amigos dos animais não há a menor diferença.
Para se entender melhor essa história antes é necessário esclarecer que em Portugal, na cidade do Porto, onde aconteceu, há um grupo de pessoas maravilhosas, chamado projeto “Animais de Rua”, que se dedicam a recolha dos animais de rua para esterilizá-los e depois devolver aos locais onde foram encontrados evitando assim a proliferação desses animais sem donos e possibilitando aos já existentes uma vida mais saudável. Foi durante estas atividades da recolha dos animais abandonadas para tratá-los e esterilizá-los que foi encontrado o Jedi. Estava na colônia da Casa Abandonada com sua mãe que havia sido deixada para trás pelos antigos donos e mais seis irmãos. A colônia era composta por 13 gatos. A mãe, depois de ser esterilizada foi novamente devolvida à colônia. 

O gatinho Jedi estava já cego com os olhos infectados por causa da coriza. Após a recolha o pessoal de “Animais de Rua” sofreu algumas pressões no sentido de eutanasiar o gatinho cego já que era impossível recuperar sua visão. Mas essas pessoas com uma sensibilidade e um amor muito grande aos animais resolveram investir no gatinho Jedi mesmo sabendo que iriam gastar com o tratamento grande parte dos fundos que tinham disponíveis naquele momento. Assim Jedi foi operado para a retirada de ambos os olhos. Depois de uma boa recuperação o gatinho já estava correndo e brincando como qualquer outro de sua idade. Pensava-se então naquele momento, que iria ser difícil encontrar uma pessoa para adotar o gatinho. Por sorte apareceu por lá a Sónia, certamente uma pessoa muito especial e maravilhosa que inclusive já tinha adotado o Muki, um cãozinho que estava para ser abatido num canil municipal, e apaixonou-se pelo Jedi. Hoje constituem uma família feliz com um final igualmente feliz.

Para qualquer defensor dos animais, encontrar estas histórias de amor à vida animal em um mundo que assassina diariamente milhões de animais por dinheiro e comércio é algo extremamente gratificante. É um pingo de esperança saber que ainda e apesar de tudo, existem pessoas incríveis como as do “Animais de Rua” e a Sónia que ficou com o Jedi.

O PROJETO "ANIMAIS DE RUA"

Depois de se conhecer esta bela história do gatinho Jedi, nada melhor do que saber um pouco sobre estas pessoas tão dedicadas, verdadeiros anjos dos animais, que lhes dão a chance de uma vida melhor a cada dia. Assim, aqui abaixo, deixamos que o próprio pessoal de “Animais de Rua” conte um pouco sobre seu projeto através dos esclarecimentos que dão em seu ótimo site. Eis o que dizem:

“O projeto Animais de Rua nasceu pouco a pouco, quase sem que déssemos por isso. Em 2005, um grupo de amigos juntou-se com o objetivo de angariar fundos para esterilizar uma colônia de gatos de rua que vivia em condições muito precárias na cidade do Porto. Conseguiram-se os fundos e todos os gatos da colônia foram esterilizados e desparasitados. A diferença na qualidade de vida daqueles animais, antes magros e feridos por causa das lutas territoriais e ninhadas sucessivas e agora bem nutridos e de pêlo brilhante, fez-nos desejar poder melhorar dessa forma as vidas de mais animais de rua. Conhecíamos cada vez mais casos de ninhadas afogadas ou enterradas vivas, de crias a morrer atropeladas ou vítimas de doença e, por isso, decidimos criar um grupo de trabalho para esterilização de animais de rua ou carenciados.

Idealmente, o projeto Animais de Rua não deveria existir. Num mundo ideal, todos os animais de companhia teriam direito a viver num lar, protegidos das condições climatéricas adversas e dos perigos da rua. Mas, como sabemos que no nosso país estamos ainda, infelizmente, muito longe de conseguir esse objetivo último, o projeto Animais de Rua foi criado para tentar minorar o sofrimento dos animais de rua e não permitir que continuem a gerar mais vidas sem abrigo, destinadas a sofrer, sem acesso a alimentação nem a cuidados de saúde. O nosso trabalho é paralelo e complementar ao trabalho das associações de proteção animal que acolhem e encaminham para adoção animais abandonados.

O projeto Animais de Rua não tem espaço próprio e, portanto, não pode acolher animais errantes. O nosso trabalho consiste no apoio à captura e esterilização de animais de rua, que são posteriormente libertados no seu meio.
Para mais informação sobre todas as vantagens da esterilização de animais de companhia, aconselhamos a consulta do site Esteriliza-me.org. “(Agradecimentos a Maria Pinto Teixeira, de "Animais de Rua", que nos permitiu esta matéria e vai nos conceder uma entrevista para breve contando mais sobre este projeto maravilhoso) Leonardo Bezerra

1 comentários:

Nyna disse...

Olá pessoal, meu nome é Nina, há poucos dias encontrei um gatinho que foi abandonado pela mamãe gata aparentando ter apenas uns 5 a seis dias de nascido,ele estava em cima de uma árvore muito alta, deduzir que só poderia chegar lá com a ajuda da mamãe gata, sabendo que cães e gatos abandonam os filhotes se eles tiverem alguma deficiência resolvi adotá-lo e observá-lo daí descobri que ele é cego, ele me dá um trabalhão, pois só defeca ou faz xixi se for estimulado, para comer então... Daí lendo esta comovente história, resolvi contar a história do do meu gatinho que o chamo de My, ele agora está com mais ou menos 15 dias, já estou me acostumando a ele e ele a mim, espero que termine tudo bem.
Vou cuidar dele como se fosse um filhinho meu, se o amei antes de saber que ele era cego agora o amo mais ainda. Devemos cuidar dos bichinhos, pois eles sabem realmente como ser amigos!
Um abraço.
Nyna Santos

30 de outubro de 2009 01:10

Faça parte do Jornal Defesa dos Animais

Ajude-nos a melhorar ainda mais preenchendo este formulário

Entrevistas

Os animais são inocentes

Frases do dia

Ocioso

Conheça nossa página de vídeos

Resumo da Declaração Universal dos Direitos dos Animais

A Declaração Universal dos Direitos dos Animais da ONU

01 - Todos os animais têm o mesmo direito à vida.

02 - Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.

03 - Nenhum animal deve ser maltratado.

04 - Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.

05 - O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca ser abandonado.

06 - Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.

07 - Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.

08 - A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimes contra o animais.

09 - Os diretos dos animais devem ser defendidos por lei.

10 - O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender