DEFESA DOS ANIMAIS

DEFESA DOS ANIMAIS
As melhores reportagens sobre defesa dos animais

FELINOS

FELINOS
Conheça as melhores histórias sobre os felinos

ENTREVISTAS

ENTREVISTAS
Conheça o trabalho de pessoas que amam os animais

CÃES

CÃES
Incríveis histórias com os cães

A TRISTE SITUAÇÃO DOS ANIMAIS NA CORÉIA DO SUL

22/06/2008

Seul, capital da Coréia é uma cidade bonita. Há muita tecnologia e modernismo. Feio é o que existe por lá referente aos animais. O país é o segundo inferno no mundo para os animais, depois da China. Lá os animais domésticos como cães e gatos são mortos de maneira desumana; E isto é feito torturando-os até a morte por enforcamento, estrangulamento e espancamento com objetos tais como tijolos, pedras, pesados barras e eletrocussão. Eles fazem isto de forma a prolongar o terror e causar grande sofrimento aos animais. Eles morrem de forma muito lenta e dolorosa. A execução é feita dessa forma, porque segundo eles, a carne do cão torturado até a morte tem qualidades afrodisíacas e melhor sabor. Quanto aos gatos, costumam dar marteladas na cabeça ou atirá-los em um recipiente de água fervente. Em alguns casos, suas peles são arrancadas com o animal ainda vivo.

Se a morte é dessa maneira, ainda pior é a criação desses animais em locais precários, sem nenhuma limpeza e em espaços reduzidos. E o pior, é que segundo testemunhos, essas práticas tanto na criação e sacrifício dos animais são feitos com uma frieza e indiferença que nem mesmo o mais rude dos animais consegue expressar.

As desculpas alegadas para as crueldades são várias: a tradição, fatos históricos como a Guerra da Coréia, quando a fome se alastrava pelo país, a popularidade desses atos através de invenções dos criadores e dos comerciantes criando uma falsa idéia dos benefícios que há no consumo desses animais.

Por outro lado, quando alguém do ocidente menciona esses fatos tristes aos coreanos, logo é alertado de que o ocidente é o grande produtor e consumidor de carne, claro que não de cães e gatos, mas de bovinos e outros. Mencionam ainda a extrema violência em nossas cidades, ou seja, que ocidentais não tem gabarito para sequer mencionar essas práticas. Infelizmente de alguma maneira há certa lógica. Mas nem todo ocidental é violento ou come carne de animais e grande parcela se preocupa com direito e defesa dos animais além de que criam animais de estimação com conforto e cuidados especiais muitas vezes chegando a vê-los como parte da família. Portanto, apesar do consumo de carnes, há uma grande diferença.

Só para se ter uma idéia da enorme diferença entre o pensamento coreano e o ocidental,eis aqui o que o ocidente faz com seus cães:

1- Cães que salvam vidas: bombeiros, terremotos, farejadores de drogas.

2- Cães que trabalham: trenós, guias de cegos, cães de guarda

3- Cães que ajudam: terapia com cães, cães como companhia para idosos

Diante dessa situação fica evidente que criar cães e gatos como animais amigos e companheiros é algo desconhecido daquele povo. Rações e todos esses produtos pets como conhecemos por aqui é puro sonho. Apesar de tudo, mais por pressão do ocidente ou modismo, há já uma grande parcela da população coreana totalmente contra o uso de animais domésticos como alimentos. Mesmo assim, fica evidente que os poucos defensores dos direitos dos animais naquele país correm sérios riscos e certamente não são nada bem vistos como os daqui.

No início desse ano, um grande avanço em defesa dos animais foi alcançado na Coréia. Foi a possibilidade da implantação da KAPES, Korean Animal Protection & Education Society, uma organização autorizada pelo Ministério da Agricultura daquele país em 21 de janeiro último. A finalidade é a educação do povo para a compaixão, e melhor entendimento do mundo dos animais. Isso se dá através de folhetos, vídeos e vários outros meios sempre no sentido de sensibilizar a população para uma mudança de hábitos. Certamente encontrarão muitas dificuldades, pois mesmo no ocidente as entidades defensoras de animais sempre incomodam aqueles que só vêem nos animais mais um produto comercial.

Sempre há esperança. Enquanto isso, cabe a todos os defensores dos animais gritarem de alguma maneira, escrevendo, dirigindo petições e protestando de todas as formas em nome desses nossos amigos os animais, principalmente esses que tanto amamos que são os cães e gatos. Leonardo Bezerra

Se você não se importa em ver imagens crueis e conhecer até que ponto chegam esses indivíduos que se dizem humanos, mas que de humanos não tem nada, e de animais menos ainda, pois seria grande ofensa aos animais compará-los aos animais, clique aqui nessas letras e veja os vídeos.


0 comentários:

Faça parte do Jornal Defesa dos Animais

Ajude-nos a melhorar ainda mais preenchendo este formulário

Entrevistas

Os animais são inocentes

Frases do dia

Ocioso

Conheça nossa página de vídeos

Resumo da Declaração Universal dos Direitos dos Animais

A Declaração Universal dos Direitos dos Animais da ONU

01 - Todos os animais têm o mesmo direito à vida.

02 - Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.

03 - Nenhum animal deve ser maltratado.

04 - Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.

05 - O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca ser abandonado.

06 - Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.

07 - Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.

08 - A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimes contra o animais.

09 - Os diretos dos animais devem ser defendidos por lei.

10 - O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender