DEFESA DOS ANIMAIS

DEFESA DOS ANIMAIS
As melhores reportagens sobre defesa dos animais

FELINOS

FELINOS
Conheça as melhores histórias sobre os felinos

ENTREVISTAS

ENTREVISTAS
Conheça o trabalho de pessoas que amam os animais

CÃES

CÃES
Incríveis histórias com os cães

PRINCIPAL MERCADO DE CARNE DE CACHORRO DA CORÉIA DO SUL SERÁ FECHADO

15/04/2011

Um dos pesadelos dos defensores dos animais é saber que na Coréia do Sul comem carne de cachorro e gatos como se fosse qualquer outro alimento. O pior nem é o fato de comê-los, e sim toda a crueldade durante todo o processo de transporte e de abate dos animais. Segundo os coreanos, para que a carne do animal fique macia, ele deve ser morto a pauladas e lentamente, algo terrível e inacreditável que não combina nem com os homens das cavernas.

O principal mercado de carne de cachorro fica na cidade de Moran Sungnam, um verdadeiro cartão postal negro para a Coréia, pois até pessoas que normalmente são indiferentes sobre a causa animal, sentem repulsas e ódio em saber da existência de tal mercado. Agora o governo coreano pretende fechar o referido mercado e construir no local um grande centro de compras, segundo os planos, sem a presença de comércios de carne de cachorro. O mercado é dividido em duas partes, uma externa ao ar livre que acontece a cada cinco dias e outra interna com lojas com vitrines como açougues que ficam abertas todos os dias apresentando a carne dos animais.

Segundo o que testemunhas escrevem em vários sites do ocidente, cães e gatos são transportados em gaiolas apertadas, sem comida, água ou quaisquer cuidados. Os animais são atirados para fora dos caminhões como se fossem fardos de mercadorias. Para o abate são praticadas as táticas mais cruéis; alguns são eletrocutados, outros mortos a pauladas e alguns até fervidos vivos.

Há muita esperança de que estes atos terríveis cheguem ao fim com a desativação do mercado e a construção de um complexo de lojas e apartamentos no local. Autoridades de Sungnam tem como posição oficial que não serão permitidos mais o comercio de carnes de cães no novo complexo. Os comerciantes de carne estão se organizando para restabelecer seu comercio e é provável que se após as obras, previstas para 2014, não conseguirem ficar no mercado novo, outros locais serão escolhidos. Para mudar essa mentalidade não adianta demolir mercados, tem que demolir a maldade, crueldade e miséria que há no coração dessas pessoas que de humanos não tem nada e de animal menos ainda, pois os animais não praticam tais barbarismos.
Após a leitura deste artigo e muitos outros semelhantes, além da visão dos vídeos aqui disponíveis, muitas pessoas ocidentais ficarão escandalizadas, mas cabe um alerta: Será que de uma maneira sutil e discreta não fazem o mesmo, mudando apenas de animal? O que você vai almoçar hoje? Então, nenhum ocidental que come carne, e assim, apóia a terrível indústria da matança de animais pode falar nada nem criticar, pois seria no mínimo uma tremenda de uma hipocrisia, assim é melhor ficar quieto e concordar que por aqui as coisas não são muito diferentes, pois a morte é cruel tanto para um cão quanto para uma galinha ou um boi. 

Assim, quem concordar que tudo isso é terrível e não deve existir o primeiro passo a ser dado é fazer uma profunda reflexão sobre a alimentação a base de carne de onde provem todo o mal contra os animais. É quebrar essa tradição maldita que vem atravessando os séculos tornando o homem a pior das criaturas, pois não sendo por natureza carnívoro, mata e come os animais por puro prazer, para atender melhor o paladar pouco se importando com a dor e a crueldade que há por trás de cada pedacinho de carne que come. Se alguém refletir de verdade e com o coração aberto chegará à conclusão que só há uma solução que é o vegetarianismo, não destruindo assim nenhuma criatura nem propiciando o comercio daqueles que vivem da matança dos animais.

Muitas pessoas, baseadas em seu egoísmo, ficam pensando que ao tornarem-se vegetarianas ficarão doentes ou algo parecido. Para isso os meios modernos oferecem muitas informações e se alguém de verdade tiver paciência para pesquisar sobre o tema, ao final terá uma bela surpresa, verá que os fatos comprovados através da ciência mostram que o lado errado é mesmo o daqueles que comem carne. São esses que terão as mais horríveis doenças, são esses que lotam os hospitais, que envelhecem prematuramente e que morrem cedo além de que passam à vida morrendo de vontade de criticar os coreanos, mas na verdade, nunca poderão fazê-lo, porque no fundo, são muito parecidos. (Fonte: informações básicas: Korean Animals) (Fotos: reprodução) Leonardo Bezerra

Veja o vídeo da Animal Korean


Você gostou deste artigo? Então divulgue para seus amigos do Facebook, Twitter, etc. é só linkar no botão abaixo.




1 comentários:

ARI LOPES disse...

Se ainda não participam convido vcs a participarem da REDEBICHOS.
http://redebichos.ning.com
Vocês podem até abrir um grupo lá com o nome do blog e colocar o RSS do Blog
Parabéns pelo Blog, estou seguindo.

26 de abril de 2011 10:05

Faça parte do Jornal Defesa dos Animais

Ajude-nos a melhorar ainda mais preenchendo este formulário

Entrevistas

Os animais são inocentes

Frases do dia

Ocioso

Conheça nossa página de vídeos

Resumo da Declaração Universal dos Direitos dos Animais

A Declaração Universal dos Direitos dos Animais da ONU

01 - Todos os animais têm o mesmo direito à vida.

02 - Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.

03 - Nenhum animal deve ser maltratado.

04 - Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.

05 - O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca ser abandonado.

06 - Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.

07 - Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.

08 - A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimes contra o animais.

09 - Os diretos dos animais devem ser defendidos por lei.

10 - O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender