DEFESA DOS ANIMAIS

DEFESA DOS ANIMAIS
As melhores reportagens sobre defesa dos animais

FELINOS

FELINOS
Conheça as melhores histórias sobre os felinos

ENTREVISTAS

ENTREVISTAS
Conheça o trabalho de pessoas que amam os animais

CÃES

CÃES
Incríveis histórias com os cães

A HISTÓRIA DE CAPITÃO, O CÃO QUE VIVE NO TÚMULO DE SEU DONO

20/09/2012



Foto: Reprodução - Clarin
Um cão instalou-se no cemitério  Carlos Paz  em 2007, meses após a morte de seu dono. Ele veio sozinho e se recusa a sair.

Pensanimalista

Fidelidade em cães é uma característica quase indiscutível. Capitão, um mestiço com algum pastor, é um exemplo extremo do que é isso. Há cinco anos vive no cemitério onde seu proprietário está enterrado em Carlos Paz, na província de Córdoba, na Argentina e pontualmente  cada dia às seis da noite deita-se  em seu túmulo.

A história de Miguel e Capitão, começou em meados de 2005, quando o homem, apesar da relutância de Verônica, sua esposa chegou com o cão em casa como um presente para seu filho Damian Guzman, que tem 13 anos hoje.

No ano seguinte, em 24 de março de 2006, Miguel morreu no hospital em Villa Carlos Paz. Dias mais tarde, também o cachorro saiu de casa. Ele viveu um tempo na rua, a poucos metros de distância, até que finalmente a família perdeu a noção de onde ele se encontrava.

O reencontro aconteceu por acaso, um dia Verônica e Damian tinham  ido ao cemitério. O menino imediatamente reconheceu seu animal de estimação."Ele começou a gritar que ele era o Capitão, se cachorro de estimação  e o cachorro latindo se aproximou de nós, como se estivesse chorando",disse a mulher  ao jornal Córdoba. No momento de voltar para casa, por mais que o chamassem, ele negou-se a acompanhar a família e ficou junto à tumba.

Uma semana depois, eles voltaram. O cão ainda estava lá. Ao regressarem, algo mudou. Os três voltaram andando juntos. "Ele ficou conosco por um tempo em casa, mas depois voltou para o cemitério", disse Verônica.

Hector Baccega diretor do cemitério Villa Carlos Paz relembra perfeitamente do dia em que conheceu o Capitão. "Apareceu aqui sozinho e girou ao redor do cemitério até que também foi sozinho ao túmulo de seu dono. E isso não é tudo: todos os dias, às seis horas, vai e se deita na frente do túmulo. Vagueia comigo pelo  cemitério  todos os dias, mas quando essa hora  chega, vai para o fundo  onde está o túmulo de seu mestre. "

A família diz que nunca levou o capitão até o cemitério, por isso é um mistério como ele chegou lá. Marta, que vende flores no local, disse que o viu pela primeira vez em 2007. Ele teve uma perna quebrada. Foi-lhe dado anti-inflamatório e uma tala. Nunca foi embora. "Nós vemos que ele amava o seu dono. Vai para casa, mas volta. Muitas vezes eu queria leva-lo, mas ele volta sempre para cá. "

Damian já resignado diz: "Eu queria leva-lo para casa várias vezes, mas ele volta para o cemitério. Se ele quer estar lá está bem, que fique: está cuidando do meu pai ".
Fonte: Prensanimalista


0 comentários:

Faça parte do Jornal Defesa dos Animais

Ajude-nos a melhorar ainda mais preenchendo este formulário

Entrevistas

Os animais são inocentes

Frases do dia

Ocioso

Conheça nossa página de vídeos

Resumo da Declaração Universal dos Direitos dos Animais

A Declaração Universal dos Direitos dos Animais da ONU

01 - Todos os animais têm o mesmo direito à vida.

02 - Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.

03 - Nenhum animal deve ser maltratado.

04 - Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.

05 - O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca ser abandonado.

06 - Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.

07 - Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.

08 - A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimes contra o animais.

09 - Os diretos dos animais devem ser defendidos por lei.

10 - O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender