DEFESA DOS ANIMAIS

DEFESA DOS ANIMAIS
As melhores reportagens sobre defesa dos animais

FELINOS

FELINOS
Conheça as melhores histórias sobre os felinos

ENTREVISTAS

ENTREVISTAS
Conheça o trabalho de pessoas que amam os animais

CÃES

CÃES
Incríveis histórias com os cães

GATO-DE-PALLAS APARECE NA KHAKÁSSIA

16/09/2012

Foto: RIA Novosti

Os integrantes da expedição à Khakássia (Sul da Sibéria) foram em busca do manul. Este gato selvagem e ameaçado de extinção habita também o Cazaquistão, Quirguistão, Mongólia e China e foi incluído no Livro Vermelho desses países.


Voz da Rússia

Até recentemente considerava-se que na Khakássia não havia gatos selvagens. Entretanto as últimas fotografias e foto-armadilhas convenceram os cientistas do contrário.

Os especialistas observam há alguns anos o senhor dos montes Sayanes – o leopardo – nos parques nacionais do sul da Sibéria mas, repentinamente, viram algo que não se parecia absolutamente nada com ele. Um gato pequeno muito peludo, com patas curtas e cauda grossa. Parecia incrível mas era um manul.

Nos últimos dez anos este animal foi praticamente exterminado. De repente, essa sensação! Entretanto é muito difícil ver o manul com os próprios olhos e até mesmo encontrar vestígio dele – explica o biólogo Serguei Istomov:
"Este gato selvagem sabe não deixar sinais de sua existência. Ele nunca pisa na neve, para não deixar pegada. Ele espera, por exemplo, a passagem de cabritos monteses e segue pelos vestígios de suas patas. Além disso ele engorda muito para passar o inverno, torna-se preguiçoso e pode simplesmente ficar deitado até duas semanas."


O refúgio dos manuls são as fendas das rochas, covas, buracos em árvores caídas. Ele corre mal, não resiste à perseguição. Este gato selvagem tem muitos inimigos – os lobos e cães grandes. Tem também concorrentes nos alimentos – a raposa, muito glutona, a marta, que, tal como o manul, se alimentam de roedores e aves. A aparência e a conduta permitem-lhe permanecer sem ser visto pelos inimigos e presas – o manul não as persegue, mas arma-lhes emboscada. Os participantes da expedição também decidiram armar uma emboscada original, para atrair esse gato com uma isca – explica o diretor do parque nacional da Khakássia, Viktor Nepomniaschi:

"Para isto nos locais de seu habitat é realizado um conjunto de medidas biotécnicas. Nós inicialmente engordamos pequenos mamíferos, que servem de alimento para o manul. Quando a base de ração se concentra, o animal dá atenção a esse local e aparece ali com freqüência. Consequentemente cai na objetiva das foto-armadilhas."


Além disso, os biólogos pretendem colocar coleiras com rádio nos gatos-de-pallas para determinar os locais de habitação do animal. Se tudo der certo, os cientistas obterão informação inestimável sobre este animal.

Nos últimos tempos o manul tornou-se herói na blogosfera: ele é debatido, querem adquiri-lo como animal doméstico. Os biólogos não aconselham, não se pode domesticar o manul, é um animal selvagem. Segundo dados dos cientistas, na região dos montes Sayane o número desses gatos raros não ultrapassa duas-três dezenas.
Fonte: Voz da Rússia 

0 comentários:

Faça parte do Jornal Defesa dos Animais

Ajude-nos a melhorar ainda mais preenchendo este formulário

Entrevistas

Os animais são inocentes

Frases do dia

Ocioso

Conheça nossa página de vídeos

Resumo da Declaração Universal dos Direitos dos Animais

A Declaração Universal dos Direitos dos Animais da ONU

01 - Todos os animais têm o mesmo direito à vida.

02 - Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.

03 - Nenhum animal deve ser maltratado.

04 - Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.

05 - O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca ser abandonado.

06 - Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.

07 - Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.

08 - A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimes contra o animais.

09 - Os diretos dos animais devem ser defendidos por lei.

10 - O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender