DEFESA DOS ANIMAIS

DEFESA DOS ANIMAIS
As melhores reportagens sobre defesa dos animais

FELINOS

FELINOS
Conheça as melhores histórias sobre os felinos

ENTREVISTAS

ENTREVISTAS
Conheça o trabalho de pessoas que amam os animais

CÃES

CÃES
Incríveis histórias com os cães

PROTESTOS CONTRA PRISÃO DE ATIVISTAS DOS DIREITOS DOS ANIMAIS NA ESPANHA

24/06/2011

Em ação arbitrária e sem fundamentos, polícia espanhola prende 12 ativistas da causa animal e os acusam de crimes muito distantes daquilo que realmente fizeram. Simples atos em defesa da vida são taxados de terrorismo e coloca toda a comunidade dos defensores como se fossem pessoas da pior espécie, quando é justamente o contrário. Ninguém anda se preocupando com um simples animal preso e condenado a uma morte certa e cruel a não ser essas pessoas maravilhosas e inigualáveis, que são os defensores dos animais. E são justamente estes que estão agora presos e acusados.


O Jornal Defesa dos Animais e a Rádio Defesa dos Animais iniciaram protestos pela libertação dos colegas presos e convida todos os seus leitores, amigos e ouvintes para se manifestarem a respeito com protestos de rua, enviando e-mail para as Embaixadas da Espanha e tudo o mais que puderem fazer. Não podemos ficar indiferentes pois defender os animais não é crime. Mesmo porque as pessoas que estão presas são pessoas pacíficas que nunca causaram nenhum dano a ninguém.


Conheça melhor o assunto aqui através do texto traduzido do site do Igualdad Animal para você ter meios para fazer seu protesto.


Detidos 12 militantes de organizações dos direitos dos animais e Igualdad Animal


Os detidos, acusados ​​de crimes de roubo, danos e formação de quadrilha, negam a "existência como tal" da Frente de Libertação Animal, como foi alegado pela Guardia Civil. "Nós fomos tomados como um bode expiatório para criminalizar o movimento".


A Guarda Civil prendeu doze pessoas  , oito delas, pelo menos, pertencentes ao movimento espanhol- Igualdad Animal do qual são acusados ​​de supostos crimes de roubo, danos e formação de quadrilha. As prisões, ordenadas pelo Tribunal de Justiça por um magistrado, em Santiago de Compostela, que coordena as investigações  tiveram lugar em Euskadi, Madrid, Astúrias e Galicia , para cuja capital estão sendo transferidos os presos.

A Guarda Civil descreveu os detentos como  "ambientalistas radicais que fazem parte do ramo espanhol da Frente de Libertação Animal" , embora Igualdad Animal, uma associação a qual pertencem três dos detidos, deixou claro que eles não têm nada ver com as libertações de visões realizadas na Galicia nos últimos anos e que poderia mudar a origem da investigação.

"A Frente de Libertação Animal não existe como tal, não é um grupo organizado com hierarquia, alguém vai para um lugar e liberta animais, arriscando a sua liberdade para dar aos outros de forma pacífica", disse Javier Moreno, porta-voz Igualdad Animal. De acordo com seu advogado, o ativista pelos direitos dos animais está na busca e apreensão , mas deixou claro que irá para a Guarda Civil nas próximas horas.

A Guarda Civil, que se distanciou do conceito de "eco-terrorismo" que alguns meios de comunicação têm sido usados ​​para se referir aos crimes alegados, acaba de acrescentar mais informações sobre as investigações."Não temos dados porque eles estão trabalhando agora", dizem fontes da Guarda Civil.

"Como eles não têm ninguém para incriminar pela libertação de visões prenderam vários membros da Igualdad Animal e na  tentativa de criminalizar o movimento dos direitos dos animais , como em outros países europeus. lobbies da exploração animal e poderosas multinacionais querem parar o movimento animal que está agora a atingindo a Espanha e a repressão ", queixou-se Moreno, que chamou de" sensacional "o termo" eco-terrorismo ".

O porta-voz da Igualdade Animal disse que sua associação é legal e não causaram danos durante as suas investigações para a indústria de peles. "Nós fomos tomados como um bode expiatório e nos acusam de crimes que não cometemos. Fizemos libertações de visões, mas temos falado publicamente contra a indústria de peles e ambientalistas, que são marcados como terroristas ambientais", diz Moreno.

Igualdade Animal e outras associações espanholas de direitos dos animais praticaram nos últimos anos "libertação simbólica"  (uma ou um pequeno número de animais), gravação de atos contra fazendas e estabelecimentos comerciais e a indústria da carne e da pele abertamente e identificados com camisetas com os nomes de suas organizações.

Igualdad Animal

Concentrações em solidariedade com os 12 ativistas detidos e Igualdad Animal e Equanimal da Espanha

Organizações dos Direitos dos Animais,  Igualdad Animal  e Equanimal , convocaram para   quinta - feira 23 de junho , várias concentrações as  19:00 horas , nas delegações do governo das cidades de Madrid, Barcelona, ​​Sevilha, Granada e os Tribunais Santiago de Compostela , em repúdio à injustas  prisões e buscas domiciliares dos doze ativistas, realizada pela Guarda Civil na quarta feira. Nessas concentrações estão se unindo, completamente favorável e espontânea, as concentrações em outras cidades da Espanha Bilbao, Valencia, Vitoria, Palma de Mallorca, Salamanca, Zaragoza, Ilhas Canárias e também em cidades de outros países, como Toronto, Milão, Bruxelas, Haia, Santiago de Chile, Praga, Nova York, Washington DC, San Francisco, Lima, Buenos Aires, Londres, Varsóvia.

Eles querem mostrar forte desacordo com estas prisões e  acusações injustas . Nenhum dos detidos tenham participado em qualquer liberação de milhares de visões, ou causado desordem pública. Ambas as organizações, sem fins lucrativos, legalmente constituídas, estão conjunto e solidariamente, são um reflexo da  crescente conscientização  por parte da sociedade em termos de bem-estar animal que está em causa.

Nessas concentrações, eles irão mostrar apoio a ativistas presos de  uma forma pacífica , mostrando sinais de  vítimas reais da indústria de pele: os animais . Porque o movimento pelos direitos animais é totalmente pacífica, unido e acredita na  não-violência .

Com profundidade significativa na sociedade, ambas as organizações têm a denunciar as atrocidades, prisão e assassinatos de mais de 300.000 minks  anualmente, pela indústria de couro espanhol. Com este tipo de medidas de detenção e  execução , lobbies agrícolas animal e poderosas multinacionais  querem parar o movimento animal na Espanha , não tem ninguém para cobrar a libertação de visões. 
Igualdad Animal

Bem, aqui em São Paulo, A Rádio Defesa dos Animais e o Jornal Defesa dos Animais, estão desde quinta feira 19 horas também em campanha a favor da libertação de nossos companheiros espanhóis pela libertação dos animais.

Aqui fazemos um apelo a todas as ongs e meios em defesa dos animais que iniciem também um protesto neste sentido. Rogamos as ONGS que tem movimento de rua, que iniciem nas ruas também um protesto pela libertação de nossos colegas espanhóis. A idéia é que estas manifestações sejam feitas em Frente à embaixada da Espanha Aqui em São Paulo. Leonardo Bezerra

Igualdad Animal en el programa Lauren Verslaat de la televisión holandesa - Investigación y Rescate from Igualdad Animal TV on Vimeo.


0 comentários:

Faça parte do Jornal Defesa dos Animais

Ajude-nos a melhorar ainda mais preenchendo este formulário

Entrevistas

Os animais são inocentes

Frases do dia

Ocioso

Conheça nossa página de vídeos

Resumo da Declaração Universal dos Direitos dos Animais

A Declaração Universal dos Direitos dos Animais da ONU

01 - Todos os animais têm o mesmo direito à vida.

02 - Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.

03 - Nenhum animal deve ser maltratado.

04 - Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.

05 - O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca ser abandonado.

06 - Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.

07 - Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.

08 - A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimes contra o animais.

09 - Os diretos dos animais devem ser defendidos por lei.

10 - O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender